RSS

Arquivo da categoria: Faça você

Se você não sabe a pronuncia…

é só colocar a palavra dar enter ou escolher as opções acima

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 02/08/2012 em Faça você, Literatura, Trabalho

 

Carta de Apresentação do seu futuro emprego

Exemplo de carta de apresentação

Para ser um candidato a emprego bem-sucedido em qualquer área, é importante ter uma carta de apresentação que chame a atenção do empregador. Veja, abaixo, um exemplo de carta de apresentação para um representante de serviço de atendimento ao cliente.

Sue Ling

2750 Tower Ave., #58 | Sometown, CO 50805
Telefone residencial: 555-555-5555 | Celular: 555-555-5500
E-mail: alguem@algumdominio.com

Disponibilidade para todos os turnos

4 de janeiro de 201X

Sra. Rhonda West
Gerente do serviço de atendimento ao cliente
Acme Inc.
123 Corporate Blvd.
Alguma cidade, CO 50802

Re: Vaga aberta para representante do serviço de atendimento ao cliente (ID de referência: CS300-Denver)

Prezada Sra. West:

Fiquei contente em saber que há uma vaga aberta para representante do serviço de atendimento ao cliente. Espero ser convidada para fazer uma entrevista.

Minha formação inclui experiência como auxiliar de atendimento ao cliente tanto em Call Centers quanto em ambientes de varejo. Recentemente, trabalhei na equipe de atendimento ao cliente da Discount-Mart, onde minhas responsabilidades incluíam lidar com a devolução de mercadorias do cliente, emitir créditos da loja/reembolsos, sinalizar mercadorias danificadas a serem devolvidas para os fornecedores e trabalhar no caixa durante os períodos de pico.

Anteriormente, trabalhei em dois Call Centers de atendimento ao cliente com um grande volume de chamadas para uma importante operadora de telecomunicação e um prestador de serviços de televisão via satélite. Nesses cargos, mostrei disponibilidade para solucionar vários problemas e reclamações (como disputas de faturamento, interrupções ou cortes de serviço, atrasos de técnicos de manutenção e equipamentos com defeito). Sempre atingi minhas metas de volume de chamada, atendendo, em média, 56 a 60 ligações por dia.

Além dessa experiência, desenvolvi habilidades significativas de atendimento ao cliente durante meu trabalho de meio período como garçonete e hostess de restaurante enquanto cursava o ensino médio.

Também tenho muita habilidade em informática com MS Word, MS Excel e aplicativos de banco de dados CRM e um ano de faculdade (administração). Se desejar, consulte meu currículo em anexo para obter detalhes sobre minha experiência e formação acadêmica.

Tenho certeza de que posso agregar valor com as habilidades de atendimento ao cliente, comunicação e solução de problemas que a senhora procura. Sinta-se à vontade para ligar para 555-555-5555 (residencial) ou 555-555-5500 (celular) e marcar uma entrevista. Obrigada pela atenção. Espero mais informações sobre essa oportunidade de emprego.

Atenciosamente,

Sue Ling

Anexo: Currículo

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22/07/2012 em Faça você, Trabalho

 

Como emplacar idéias!

As empresas estão estimulando seus funcionários a propor inovações e melhorias. Saiba fazer isso de maneira eficiente para seu trabalho aparecer.

Camila Mendonça (redacao.vocesa@abril.com.br)  10/04/2012  Foto: RICARDO BENICHIO

Rafael Campos, 24 anos, da vtex: persistência para convencer - Crédito: Foto: RICARDO BENICHIO
Rafael Campos, 24 anos, da vtex: persistência para convencer

O administrador Rafael Campos, de 24 anos, de São Paulo, hoje sócio da Vtex, desenvolvedora de software para comércio eletrônico, entrou na empresa como estagiário há três anos. Em seis meses de trabalho, percebeu que um sistema que a companhia estava criando não daria retorno. A partir daí, passou a sugeris mudanças no projeto para os líderes. Como moral de estagiário costuma ser baixo, Rafael precisou insistir muito até ser ouvido. De dez reuniões que agendava, oito eram desmarcadas. Quando finalmente emplacou sua ideia, ganhou o respeito dos líderes. Estimulado, fez outras sugestões e, pouco mais de um ano depois, recebeu o convite para ser sócio. “Tenho automotivação suficiente para não desanimar”, diz Rafael.

Hoje, novas ideias valem muito para as organizações porque ajudam tanto na inovação quanto na redução de custos. É comum encontrar lugares que estimulem o funcionário a indicar melhorias, inclusive oferecendo prêmios como dinheiro, bônus, produtos e vale-compras. Além dos ganhos para o negócio, existe a percepção de que ver uma proposta aprovada motiva o empregado, o que contribui para sua permanência no emprego.

Uma pesquisa da firma de recrutamento Michael Page com 200 profissionais brasileiros mostra que 63% deles reconhecem iniciativas de estímulo a novas ideias onde trabalham. “É o tipo de jogo em que todo mundo sai ganhando”, diz Lilian Graziano, professora de gestão de pessoas da escola Trevisan Escola de Negócios, de São Paulo. “A companhia economiza porque retém e deixa as pessoas mais satisfeitas”, diz. A pesquisa mostra que 87,7% dos profissionais sentem-se estimulados a dar contribuições. Mesmo que não exista um prêmio material envolvido, propor alternativas traz um outro tipo de benefício ao funcionário: o ganho de visibilidade, que deixa seu nome em evidência e pode definir uma decisão de aumento ou promoção.

Isso só vai ocorrer, no entanto, se a ideia for verdadeiramente boa. “Quando a empresa cria estímulos para obter sugestões, o número de besteiras aumenta tanto quanto o de material aproveitável”, diz Marisabel Ribeiro, consultora de capital humano da Mercer. Para não entrar na lista dos projetos que vão para o lixo, a recomendação é levar o assunto a sério e atentar para os processos que fazem parte de sua rotina.

A ideia que pode mudar uma rotina ou um produto talvez esteja nos detalhes. Por conhecer bem suas atividades, o profissional está numa posição privilegiada para identificar oportunidades de melhoria. Pequenas medidas que trazem ganhos de eficiência, redução de custos ou maior velocidade são as que mais chamam a atenção. “As organizações têm dificuldade de enxergar onde estão os obstáculos e, se o profissional faz isso, já recebe a atenção do gestor”, diz avalia Remulo Farias, diretor de ações estratégicas da Associação Brasileira de Recursos Humanos na Bahia.

Quanto mais números você puder reunir (tempo perdido, recursos desperdiçados etc.), maiores as chances de acerto de sua inovação. Um cuidado importante na hora de vender uma ideia é explicar quem vai se beneficiar com ela e por quê. Buscar essas informações é tarefa do profissional interessado em participar da gestão. Quanto mais claros forem os dados, maior será a certeza de que a ideia realmente vai produzir a melhoria imaginada. E quem trabalha num lugar que não tem canais de comunicação ou mesmo processos definidos para receber a opinião do funcionário? Nesse caso, uma saída é propor o assunto ao chefe. Mas cuidado.
Planeje a apresentação de maneira que seu trabalho seja reconhecido pelo restante da organização e o mérito fique apenas com seu líder. “Dependendo do chefe, você corre o risco de ele reivindicar a autoria do projeto”, diz Antonio Carlos Teixeira, autor do livro Inovação: Como Criar Ideias que Geram Resultados (Ed. Qualitymark). Uma saída é informar outro responsável, além do chefe. Pode ser o RH. Assim a ideia fica mais protegida de um eventual roubo.

REVISTA VOCÊ S.A.  ABRIL CULTURAL

 
Deixe um comentário

Publicado por em 09/07/2012 em Faça você, Trabalho

 

Gerador de letras legal

 
Deixe um comentário

Publicado por em 07/07/2012 em Diversão, Diversos, Faça você

 

Coisas sobre seu Aniversário

 
Deixe um comentário

Publicado por em 05/07/2012 em Diversão, Faça você

 

Desafio quem é melhor que eu neste jogo?

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28/06/2011 em Diversão, Esporte, Faça você

 

Modelos de Cartas Contratos Avisos Atas, muita coisa.


é só escolher o modelo e editar.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11/12/2009 em Faça você, Trabalho